Assassino confesso cometeu duplo homicídio porque foi reconhecido por vítimas

A Polícia Civil apresentou o pedreiro William de Souza, de 28 anos, acusado de matar médico aposentado Abner da Silva, de 79 anos e da esposa dele, Irene Soares, de 52 anos em Jaraguari, a 43 quilômetros de Campo Grande. O corpo do casal foi encontrado por vizinhos no assentamento onde.

Willian de Souza Nogueira, 28 anos, confessou ter matado o médico Abner Rodrigues da Silva, 74 anos, e a mulher dele, Irene Barbosa Soares, 52.Foto Ivan Silva
Willian de Souza Nogueira, 28 anos, confessou ter matado o médico Abner Rodrigues da Silva, 74 anos, e a mulher dele, Irene Barbosa Soares, 52.Foto Ivan Silva

De acordo com o delegado Edilson dos Santos Silva, do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros), a mulher foi a primeira a morrer com vários golpes de faca. Em seguida, o autor foi para outro cômodo e lá coagiu o idoso.

“Depois de connseguir a senha do cartão do médico, William roubou R$ 250 e um cartão de crédito na carteira da vítima. Ele matou o médico degolado e fugiu com a caminhonete do idoso”, descreveu o Delegado.

O acusado que trabalhava como diarista na propriedade das vítimas, confessou o crime e alegou que cometeu o duplo homicídio para roubar o dinheiro do médico. Segundo ele, na noite de sexta-feira (12) ele entrou na casa com um pano na cabeça para não ser reconhecido, mas foi po Abner, então resolveu na hora matar os padrões para não ser preso.

De acordo com a autoridade policial, o suspeito estava foragido da Delegacia de Polícia Civil de São Gabriel do Oeste, município que também fica na região norte de Mato Grosso do Sul.

Ddurante as investigações, que foram realizadas pela Polícia Civil de Jaraguari, com o apoio do Garras, foi constatado que o suspeito usou o R$ 165 no cartão da vítima em São Gabriel do Oeste.Acompanhado de um cunhado, William abasteceu a caminhonete com R$ 100 e ainda gastou R$ 65 em cerveja.

“Com base em ligações das vítimas e pelo depoimento de testemunhas, identificamos que o crime ocorreu por volta das 20h de sexta-feira. Em seguida, o acusado pegou o carro da vítima e seguiu até o município de São Grabriel do Oeste, onde fez compras com o cartão de crédito de Abner. Conseguimos as imagens desta compra e iniciamos as investigações”, aponta o delegado.

Nas imagens, Willian aparece em uma conveniência comprando uma caixa de cerveja ao lado do ex-cunhado, identificado como Lucas do Nascimento da Silva. Segundo a polícia, Lucas não teria envolvimento no crime, mas responderá pelo crime de favorecimento real, já que usou o cartão roubado da vítima.

Em depoimento, o acusado confessou ter assassinado as vítimas com cortes de faca no pescoço. Willian nega ter cometido estupro contra Irene, porém a polícia aguarda o resultado do exame de corpo de delito para concluir o caso.

Por enquanto, Willian foi enquadrado no crime de latrocínio duplamente qualificado, mas, caso o estupro seja confirmado, ele receberá agravo de pena. O acusado já era considerado foragido da polícia por roubos cometidos na cidade de São Gabriel do Oeste.

Comentários

comentários