Assaltante se entrega à polícia com carro roubado de motorista de Uber

Um homem de 28 anos foi preso na madrugada desta quarta-feira (3), em Campo Grande, após se entregar à polícia com carro roubado de um motorista de Uber de 52 anos, minutos antes. Ele usou arma de brinquedo para render a vítima e, conforme a polícia, era o primeiro assalto dele.

Carro da vítima na delegacia de Polícia Civil em MS — Foto: Reprodução/TV Morena

De acordo com informações do boletim de ocorrência, o assalto aconteceu na região do bairro Santa Luzia logo após o suspeito entrar no veículo se passando por passageiro. Em uma rua escura, o homem rendeu a vítima e a obrigou a sair do carro, deixando dinheiro e celular.

“Você tá trabalhando, tá tentando melhorar um pouquinho ou pelo menos arrumar um dinheirinho para pagar a dívida e vem um cara e leva o que você tem”, desabafa o trabalhador.

A vítima falou à polícia que no momento em que foi rendida o assaltante ainda disse a ela. “Não me leva a mal, mas vou ter que te assaltar”, depois pediu que fosse para detrás de um amontoado de tijolos e avisou que abandonaria o automóvel.

Quando o bandido saiu com o carro, o motorista pediu ajuda em uma casa próxima e acionou a Polícia Militar (PM).

Prisão
Os policiais se depararam com o veículo minutos depois em outro bairro, deram ordem de parada, mas o suspeito desobedeceu e seguiu em alta velocidade por várias ruas até o Centro, inclusive na Avenida Afonso Pena.

Segundo o registro policial, o motorista desobedeceu ainda a sinalização de trânsito, rampou redutores de velocidade, jogou o carro em direção a outros veículos e quase atingiu duas motocicletas.

Tudo isso aconteceu no trajeto que o suspeito fez até parar em frente à Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário do Centro. Conforme a polícia, o assaltante entrou na unidade policial dizendo que havia roubado o carro e que não era para atirar nele.

No veículo os policiais encontraram uma arma de brinquedo semelhante a uma pistola, uma mochila do suspeito e dinheiro e celular da vítima.

Em depoimento à polícia, o homem contou que havia saído de casa para praticar crime e foi abordado quando procurava um local para abandonar o carro. Ele foi autuado por roubo, desobediência, direção perigosa e desacato.

Comentários