Assaltante é morto em troca de tiros com a Polícia Militar

Um assaltante morreu na manhã deste domingo, ao tentar trocar tiros com a Polícia Militar de Naviraí. O ladrão foi identificado como Adilson Batista dos Santos, de 32 anos.
Segundo a PM, Adilson já foi preso e condenado por roubo em São Paulo  (Foto: Umberto Zum)
Segundo a PM, Adilson já foi preso e condenado por roubo em São Paulo
(Foto: Umberto Zum)

Segundo o site tanamidianavirai a vitima, um senhor de 59 anos, por volta das 9h30m ele teria saído de uma mercearia localizada na avenida Caarapó no bairro Odércio de Matos, e seguido a pé para sua residência localizada na rua Benjamim Rodrigues, sendo seguida pelo autor que começou a lhe pedir dinheiro.

Ao chegar de frente a sua residência, a vítima foi abordado pelo autor que sacou de uma revolver e voltou a dizer que queria dinheiro, neste momento o homem disse que adentraria na residência para pegar o dinheiro. Ao adentrar na residência a vitima disse que olhou para traz, e só viu quando o assaltante que estava na frente de seu portão passou a atirar em direção da rua.

“Quando eu ouvi os tiros, corri e pedi para minha esposa que estava na área se esconder” conta a vitima.

Segundo informações colhidas no local, o assaltante começou a atirar porque viu a guarnição do pelotão de moto da PM que passava próximo da residência. Os dois policiais ao serem surpreendidos pelos tiros revidaram. Um dos policiais ao tentar se proteger caiu da moto vindo a quebrar o braço. O assaltante foi alvejado e morreu no local, ao lado de um revolver calibre 38. O policial foi atendido pelo corpo de bombeiros e encaminhado até a Santa Casa.

Segundo informações da Polícia Militar, Adilson já havia sido preso e condenado por roubo no estado de São Paulo. O perito criminal, assim como investigadores do SIG e a delegada da polícia civil estiveram no local do crime recolhendo evidencia e ouvindo testemunhas. As armas dos PM´s envolvidos na ocorrência foram apreendidas para serem periciadas.

[ Umberto-Zum ] Segundo informações da Polícia Militar, Adilson já havia sido preso e condenado por roubo no estado de São Paulo.

Comentários

comentários