Artigo: A importância da Família no processo de alfabetização da criança

Parents Reading to Laughing BoyA IMPORTÂNCIA DA FAMÍLIA NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO DA CRIANÇA

**  Johnny Daniel e Sabrina Sales

Para 2016 o MEC estipulou três eixos para o programa PNAIC (Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa), cujo foco está na estruturação dos Estados para o devido apoio aos Municípios que hão de se engajar na proposta. O PNAIC foi desenvolvido a partir dos índices constantes de alunos com alfabetização incompleta e letramento insuficiente.

Tal plano nos faz colocar em cheque a questão da idade tida como correta para tal aprendizagem e quais são os empecilhos para que ela não ocorra, uma vez que há uma tendência à preocupação familiar quando o desenvolvimento da criança está em atraso. Quando isso ocorre, geralmente a criança já se encontra na escola, e os pais buscam entender qual é a dificuldade no processo de aprendizagem de seu filho.

Por um lado há o papel da escola que deve possuir toda estrutura para receber as crianças e atender as suas diversas demandas, entretanto, a família não pode se abster da sua importância no processo de aprendizagem da criança.

Segundo Laroca (1999 p.19) se por um lado “ […] as famílias esperam da escola o auxílio de que precisam para ajudar os filhos a resolverem impasses e dificuldades”, por outro, “[…] A escola nutre também expectativas de que a família proporcione o mínimo de sustentação […] para que o aluno seja bem sucedido na escola”.

É importante ressaltar que para a aprendizagem da escrita e da leitura, a criança deve ter alguns pré-requisitos, como a familiaridade com a oralidade do seu idioma e com as palavras. Inúmeros são os casos de crianças que possuem um ambiente estimulador em casa para a leitura e por esta razão, possuem mais facilidade não apenas na alfabetização, mas também na aprendizagem escolar como um todo, que somada ao longo dos seus anos escolares, contribuirá imensamente para o seu bom desenvolvimento como aluno.

Dessa forma, é de suma importância que haja estímulo em casa e este deve começar a partir do exemplo, ou seja, é necessário que os pais e os que estão ao redor da criança leiam, inclusive para ela, mostrando-lhe o livro e as palavras, num ambiente aconchegante, para que a atividade torne-se prazerosa. Quando os primeiros passos na jornada da leitura forem dados, é importante que haja ajuda e incentivo dos pais, tornando-os assim, inteiramente participantes de todos os processos da alfabetização do seu filho, e contribuindo, portanto, para o seu futuro positivo como aluno.

A alfabetização é um processo importantíssimo para o caminho da aprendizagem e desenvolvimento da vida do ser humano em nossa sociedade, no qual as duas entidades mais presentes na vida da criança – escola e família – devem estar presentes de maneira a se completarem, visando o futuro de nossas crianças.

** Artigo de Johnny Daniel e Sabrina Sales – Acadêmicos de História da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul)
Referências
MEC. Disponível em: http://pacto.mec.gov.br/noticias/134-adesao-2016
Larocca, Priscila. A psicologia na formação docente. Campinas 1999, p. 19. Editora Alínea.

Comentários

comentários