Artesã de MS expõe peças durante a Expo Milão 2015

Artesã Cláudia Castelão Divulgação
Artesã Cláudia Castelão
Divulgação

O trabalho da artesã Cláudia Castelão, paulista radicada em Mato Grosso do Sul, faz parte de um grupo de artesãos de todo o Brasil que expõem de 1º de maio a 31 de outubro na Expo Milão 2015, na Itália.

A Flor de Xaraés, artesanato pelo qual Cláudia está sendo reconhecida, é uma das empresas selecionadas pelo Sebrae Nacional para participar do evento. Todas fazem parte do projeto Brasil Original, desenvolvido pela instituição de apoio às micros e pequenas empresas. No Mato Grosso do Sul, o projeto tem capacitado 30 pequenos negócios do segmento para a melhoria da gestão e desenvolvimento dos produtos.

A Apex-Brasil é a responsável pela organização do pavilhão brasileiro na Exposição Universal, que reúne 145 países e traz o tema ‘Alimentando o Mundo, Energia para a Vida’. O Sebrae foi o responsável por reunir as peças de artesanato com materiais característicos da cultura e do design brasileiro (madeira, vime, palha, couro); que estão abrigadas em nichos de diversas profundidades.

O espaço do Brasil, localizado próximo à entrada oeste da área da Expo e à estação de metrô, tem 4 mil m² e vai abrigar além disso exibições, atividades culturais e gastronômicas, seminários, eventos de negócios e de relacionamento.

A artesã

Cláudia Castelão desenvolve há 15 anos peças inspiradas na Flor de Xaraés. A ideia veio durante uma pescaria, quando ouviu sobre a lenda pantaneira de uma flor criada pela natureza para ajudar um peão que estava apaixonado pela filha de um rico fazendeiro. O pai da moça só permitiria o namoro se a flor não morresse enquanto o peão estivesse em comitiva.

7arte
Foto Divulgação

Após procurar especialistas, Cláudia obteve junto ao Sebrae o auxílio de um designer dentro da empresa melhorar as embalagens e auxiliar na diversificação do produto, que hoje é vendido em haste, cachepôs, porta-guardanapos, presilhas de cabelo; entre outros.

Foto Divulgação
Foto Divulgação

Comentários

comentários