Após seis dias, incêndio que consumiu 28 mil hectares no Parque do Ivinhema é controlado

Da Redação/JP

Com a ajuda da chuva que caiu nesta quinta-feira (19) à tarde em diversos municípios sul-mato-grossenses, o Corpo de Bombeiros conseguiu colocar fim ao incêndio que já durava seis dias no Parque Estadual das Várzeas do rio Ivinhema, em Jateí. Levantamento da Corporação aponta que o fogo destruiu 28 mil hectares do parque.

Na última sexta-feira (13), um raio  havia atingido o parque provocando um pequeno foco de incêndio, que horas depois foi apagado pela chuva. No dia seguinte (14), tiveram início as chamas e o trabalho de contenção que levou quase uma semana.

Chefe do Centro de Proteção Ambiental do Corpo de Bombeiros Militar, tenente-coronel Waldemir Moreira Júnior, explica que os Bombeiros haviam conseguido isolar os focos entre o Córrego Fumaça e a margem do Rio Ivinhema.

Ontem à tarde, as chamas começaram novamente a se espalhar, mas a chuva auxiliou no combate e eles conseguiram colocar fim ao fogo. “As equipes estão fazendo rescaldo no local e permanecerão em alerta por 48h para evitar que os focos ressurjam”, adiantou.

O helicóptero da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Naviraí auxiliou nos trabalhos durante toda a semana, com sobrevoos para os militares estimarem a área atingida.

Segundo os Bombeiros, a região de várzea requer mais atenção devido à quantidade de vegetação depositada em seu solo que acaba servindo como combustível para as chamas. No local, há registro inclusive de incêndio no subsolo.

Com 73345 hectares de extensão, o Parque Estadual das Várzeas do rio Ivinhema é uma área de proteção ambiental que estende pelos municípios de Jateí, Naviraí e Taquarussu.

Comentários