Após queda de avião militar, Rússia quer reconstituir rapidamente coral do exército

A Rússia anunciou nesta terça-feira (27) a intenção de reconstituir o mais rápido possível o Coral do Exército Vermelho, que perdeu 64 integrantes na queda de um avião militar no domingo no Mar Negro.

Cantores do Coral do Exército Vermelho, também conhecidos como Conjunto Alexandrov, se aresentam em Moscou, em foto de 31 de março de 2016 (Foto: REUTERS/Stringer/File )

O Conjunto Alexandrov (nome pelo qual é conhecido o coral na Rússia) perdeu um terço de seus integrantes, incluindo seu diretor, na tragédia.

“Considero necessário colocar rapidamente 70 apartamentos a disposição do Conjunto Alexandrov para que possamos reconstituir este grupo o mais rápido possível”, afirmou o ministro russo da Defesa, Serguei Shoigu.

“Temos que organizar um concurso e selecionar os melhores para que prossigam as tradições gloriosas do Conjunto Alexandrov, o principal conjunto das Forças Armadas russas”, completou.

O avião que caiu no domingo no Mar Negro seguia para a base aérea russa de Hmeimim, perto de Latakia, noroeste da Síria. A bordo viajavam 92 pessoas, incluindo 64 membros do Coro do Exército Vermelho.

Os músicos passariam a noite de Ano Novo com os soldados russos mobilizados na Síria, onde Moscou apoia o regime de Bashar al-Assad.

A busca dos destroços do avião permitiu encontrar nesta terça-feira a principal caixa-preta do avião, um elemento essencial para determinar as causas do acidente.

Comentários