Após Manoel de Barros, musical ‘Crianceiras’ terá novo poeta sendo ‘estreado’ neste mês

Lúcio Borges

Apresentações em São Paulo (Fotos: Amanda Areias.)

O musical ‘Crianceiras Manoel de Barros’, criado em Campo Grande, ganhou uma ‘saga’ e terá continuidade em 2018, com estreia já a partir deste mês de maio. Mas, agora, o espetáculo será com um novo poeta sendo homenageado e ‘estreado’ pelo musico Marcio de Camillo, o criador e executor dos shows que uniu poesias e música. O artista da Capital, que é experiente e de sucesso regional e nacional, como cantor e compositor, tem agora no currículo, a criação do musical poético, que se inciou há sete anos. Camilo, neste tempo, trouxe para o universo infantil, e mesmo adulto, as poesias de nosso Manoel de Barros, em forma de musica, apresentadas em espetáculo, que contavam com cenários criados a partir das letras poéticas. O ‘Crianceiras’, que se desenvolveu em grande show, unindo dois grandes paradigmas da arte e cultura regional, agora terá uma continuidade ou ampliação.

Camilo, agora quer levar para o universo infantil as poesias de Mario Quintana, projetando uma segunda edição do espetáculo, inspirado no livro “Canções”. O novo show “Crianceiras Mario Quintana” será lançado dia 19 de maio em Campo Grande, após até já ter sido testado e apresentado em temporada em São Paulo. A apresentação aqui, será em um fim de tarde de sexta-feira, no Teatro Glauce Rocha, com entrada que deve ser adquirida em vendas pela Capital.

O projeto se iniciou em 2011, quando o cantor e compositor, musicou os poemas de Manoel de Barros, levando a literatura e poesia de Maneco para o universo infantil com sutileza e delicadeza. O espetáculo foi sucesso de público e circulou o país, encantando quem assistiu. Após o excelente trabalho, Camilo resolveu celebrar outro grande mestre da literatura brasileira com “Crianceiras Mario Quintana”, e o sucesso não foi diferente.

O criador revelou que desta vez iniciou por lá, por ser o poeta mais nacional ainda e que o já “Crianceiras Mario Quintana’, ficou em cartaz por um mês e meio na capital paulista e cativou tanto o público, quanto à crítica. “Foram 20 apresentações com temporada esgotada, no novo espetáculo que também misturamos teatro e música de forma delicada”, disse Camilo.

Conteúdo da nova formação

Na montagem o intérprete vê sua casa e sua cidadezinha serem invadidas por enormes edifícios até a chegada de outros três músicos que trazem consigo a primavera. Com figurinos de Sandra Vargas, que também é do grupo Sobrevento, a história começa com um homem de terno cinza. O cenário vazio, aos poucos, ganha elementos também acinzentados, revelando uma pequena casa em uma cidadezinha do interior, que vai sendo transformada pela urbanização e pelo surgimento de edifícios.

Pessoas com diferentes estilos, em trajes coloridos, vão revelando ao cantor a diversidade da vida, de sons, de cores e de gostos e vão trazendo a festa, a celebração da multiplicidade e a própria primavera – com suas cores vibrantes, sua alegria e sua esperança. O público, sobretudo as crianças, é convidado a participar dessa festa para descobrir por meio do espetáculo que as paineiras hão de florir sobre os muros.

O show trará Márcio de Camilo na voz, violão e viola caipira; Nath Calan, na percussão e bateria; Tiago Sormani, no teclado, sanfona, flauta e clarinete; Denise Ferrari, no violoncelo; além de dois atores contrarregras. Todos cantam e formam coros que acompanham os diversos ritmos (valsa, forró, jazz, rock, entre outros) que compõem o espetáculo.

O trabalho da equipe técnica também impressiona. Dirigido por Luiz André Cherubini, do grupo Sobrevento, o espetáculo vale-se, desta vez, de um cruzamento com o Teatro de Brinquedo ou Teatro de Papel, onde figuras bidimensionais de papelão formam o cenário desenhado pelo renomado designer e artista gráfico Carlo Giovani.

A iluminação do espetáculo é do premiado iluminador carioca Renato Machado, com operação de luz de Camila Jordão e Marcela Katzin. Completam a equipe Roberta Siviero na técnica de som; Paulo Higa, na contrarregragem; Agnaldo Silva, na cenotécnica e Luara Bolandini na assistência de direção.

Serviço

A produção do espetáculo em Campo Grande é feita pela Criatto produções e pela Marruá Arte e Cultura. O Crianceiras Mario Quintana”, será em 19 de maio, às 17h – Teatro Glauce Rocha, que fica dentro do campus da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

Os ingressos estão na livraria Le Parole, rua Euclides da Cunha, 1126, no bairro Jardim dos Estados e na Hering Kids, 1º piso do shopping Campo Grande. Os ingressos também podem ser adquiridos online através do link: https://goo.gl/SpmPQa.

Mais informações Whatsapp 981364680 ou pelo site http://www.crianceiras.com.br.

Comentários