Após empate, São Paulo completará um ano sem vencer clássicos

Lancepress

São Paulo, do estreante Raniel, cedeu empate ao Palmeiras – FOTO: Marcello Fim/Ofotografico/Lancepress!

O São Paulo completará um ano sem vencer um clássico. A última vitória contra um dos rivais foi em 25 de julho do ano passado, contra o Corinthians. Na ocasião, Anderson Martins e Reinaldo (duas vezes) marcaram os gols do triunfo por 3 a 1 pelo Brasileirão, no Morumbi. Já são 12 clássicos de um jejum que só poderá ser quebrado em 10 de agosto, data do próximo clássico: no Morumbi, contra o Santos.

No returno do Brasileiro do ano passado, o time de Diego Aguirre empatou com Santos (0 a 0, na Vila Belmiro) e Corinthians (1 a 1, em Itaquera) e perdeu para o Palmeiras (2 a 0, no Morumbi). Em 2019, embora tenha eliminado o Palmeiras após disputa de pênaltis na semifinal do Paulistão, o Tricolor ainda não conseguiu superar seus maiores rivais nos 90 minutos.

O time perdeu para os três rivais na primeira fase do Paulistão: 2 a 0 para o Santos no Pacaembu, 2 a 1 para o Corinthians em Itaquera e 1 a 0 para o Palmeiras no Pacaembu. Na semi, classificou-se após dois empates sem gols contra o Palmeiras. Na final contra o Corinthians, empatou sem gols em casa e perdeu por 2 a 1 fora. No Brasileiro, já perdeu para o Corinthians (1 a 0, em Itaquera) e empatou neste sábado com o Palmeiras, por 1 a 1, após sair na frente no Morumbi.

– Um empate desses tem sabor de derrota para nós, é muito dolorido. Pode ter certeza que dói mais em mim e neles (jogadores) do que em todo mundo. Mas a gente tem que saber diferenciar. Se aquele gol não acontece, em uma bola viajada, que bate na trave e na nuca do goleiro, todos estariam sendo elogiados hoje. Se faz o 2 a 0, era um elogio geral pelo que a equipe produziu. Temos que diferenciar o resultado do que foi o desempenho. Desempenhamos bem na grande maioria do jogo – avaliou o técnico Cuca.

Questionados sobre o assunto, os jogadores admitiram o peso desse retrospecto ruim.

– O torcedor quer vitória, ainda mais em clássico. Nós temos que trabalhar. É difícil. Faz tempo que não ganhamos um clássico. Estava encaminhado e tomamos um gol em uma infelicidade. Mas é continuar trabalhando – declarou Pato.

– Com certeza (incomoda). Hoje, principalmente, tínhamos a chance de acabar com essa sequência sem vitórias. Mas temos que focar nas coisas positivas. De negativo, já tem tanta coisa desse primeiro semestre… É pensar no próximo jogo – emendou Hernanes.

O drama são-paulino em clássicos é antigo. O clube jogou 115 clássicos desde 2009. Perdeu 56, empatou 31 e venceu apenas 28.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui