Após discussão familiar, homem mata tio a facadas no Estrela do Sul

Antônio Vicente Duarte (54) foi morto a golpes de faca na madrugada de hoje (24), no Conjunto Residencial Estrela do Sul, em Campo Grande. A vítima chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. O suspeito de ter cometido o crime é Carlos Helbert Duarte Sanches (35), sobrinho da vítima. Carlos foi preso em flagrante com a roupa manchada de sangue.

Vítima foi morta em casa, no bairro Santa Emília (Foto: Osvaldo Nóbrega/ TV Morena)
Vítima foi morta em casa, no bairro Santa Emília (Foto: Osvaldo Nóbrega/ TV Morena)

De acordo com as informações do boletim de ocorrência, um amigo dos envolvidos testemunhou o fato. A testemunha informou aos policiais que todos estavam bebendo cerveja na casa de Antônio e começaram a discutir por motivos familiares. Já no começo da discussão Carlos socou o rosto de seu tio. A testemunha contou que nesse momento tirou Antônio do interior da residência para que a briga não continuasse.

A testemunha montou em sua moto e Antônio subiu na garupa, neste momento o sobrinho da vítima saiu de dentro da casa correndo em direção ao tio e passou a esfaquear Antônio que depois de vários golpes caiu no chão.

O homem que estava na moto é técnico de enfermagem, pediu a uma vizinha para acionar socorro e passou a verificar o estado clinico da vítima. Alguns minutos depois Carlos, que estava muito embriagado, abraçou o tio caído no chão e começou a gritar “Não morre não, e matei meu tio”, repetidas vezes e depois fugiu.

A PM fez ronda nas proximidades juntamente com a testemunha e encontrou  o autor a cinco quarteirões de distância do local da morte, sentado em na calçada na Rua Aline. Carlos estava com a roupa muito suja de sangue e parecia estar em estado de choque e insistia em perguntar onde estava seu tio.  Como o autor apresentava uma lesão no dedo mindinho foi encaminhado ao Pronto Socorro do bairro Tiradentes e após o atendimento foi dada a voz de prisão ao autor.

Antônio foi morto por três perfurações nas costas. O caso foi registrado na Depac – Centro como Homicídio qualificado por motivo fútil e a faca usada no crime não foi encontrada.

Comentários

comentários