Após derrota em casa para o Vitória, Chapecoense demite Guto Ferreira

Lancepress

Guto Ferreira encerrou sua segunda passagem pela Chape com aproveitamento de 33% (Chapecoense/Site oficial)

Após mais um tropeço em casa no Campeonato Brasileiro, a diretoria da Chapecoense demitiu Guto Ferreira na manhã desta segunda-feira. A derrota por 1 a 0 na Arena Condá para o Vitória no último domingo foi crucial para a demissão do treinador, que obteve 33% de aproveitamento no período em que esteve em Chapecó.

Contratado no meio da temporada para substituir Gilson Kleina, Guto venceu quatro jogos com a Chape, empatou um e perdeu oito no Brasileirão. O comandante também somou uma eliminação na Copa do Brasil e deixou a equipe na zona de rebaixamento, na 17ª posição, com 31 pontos conquistados.

Essa foi a segunda passagem do ‘Gordiola’ na Arena Condá. Na primeira, o treinador chegou para substituir Vinícius Eutrópio com a missão de livrar a equipe do rebaixamento e o fez. Guto Ferreira conquistou o título do campeonato catarinense pelo Verdão do Oeste em 2016 e na época deixou o clube para fechar com o Bahia.

Comentários