Após denúncia anônima, Procon encontra irregularidades em agência bancária de São Gabriel do Oeste

Após receber denúncia anônima, a Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), registrou auto de infração, em 04 de julho, contra agência do Banco Bradesco no município de São Gabriel do Oeste por desrespeito às leis do consumidor.

Um cliente da agência bancária em São Gabriel do Oeste encaminhou denúncia ao Procon de que foi realizar consulta sobre sua conta poupança e após receber a senha demorou aproximadamente 1h30 para ser atendido. Também reiterou que o atraso no atendimento era recorrente.

Os agentes do Procon realizaram fiscalização na agência no município para averiguar as denúncias. Chegando no local constataram que as senhas disponibilizadas para atendimento em mesa não possuem opção de atendimento preferencial, ferindo a lei federal nº 10.048/2000. Também foi averiguado que a agência não possui placa de atendimento prioritário com a informação de que as pessoas que possuem transtorno de espectro autista (TEA) tem direito a atendimento prioritário, conforme a lei estadual nº 3530/2008.

As denúncias podem ser formalizadas por qualquer consumidor que se sentir prejudicado em sua relação de consumo. Para isso, pode se dirigir à sede do Procon Estadual à rua 13 de Junho 930 e, além disso, estão disponíveis o telefone 151, o aplicativo “fale conosco” do site www.procon.ms.gov.br e o número (9 9158 0088) para WhatsApp, liberado para contatos. A instituição bancária tem prazo para apresentar defesa.

Comentários