Após conflito interno, Dagoberto é eleito presidente do PDT

Com 68 dos 78 votos computados na convenção do partido realizada na manhã desta sexta-feira (28), a Executiva Estadual do PDT confirmou o deputado Dagoberto Nogueira como novo presidente e o deputado estadual, George Takimoto, na vice-presidência.

Dagoberto teve 66 votos a favor do diretório e nenhum contra, na eleição que teve chapa única, após desistência de Schimidt (Foto: Marcos Ermínio)
Dagoberto teve 66 votos a favor do diretório e nenhum contra, na eleição que teve chapa única, após desistência de Schimidt (Foto:Silvio Ferreira

Dagoberto foi eleito em chapa. Ele assume o comando do partido, após conflito interno com os deputados estaduais Beto Pereira e Felipe Orro, que sequer apareceram para votar durante a eleição.

O novo presidente do PDT admite o conflito interno , mas considera a oposição de Pereira e Orro é mais em virtude da eleição para a prefeitura no ano que vem. “A exemplo do que aconteceu com o Reinaldo (Azambuja, do PSDB), que veio de fora [Maracaju] e ganhou, eles estão achando que um raio cai duas vezes no mesmo lugar”, profetizou se referindo ao fato de Beto Pereira ter sido prefeito de Terenos e Felipe Orro de Aquidauana,

Dagoberto é eleito presidente estadual do PDT. Ele disse que conflitos foram em função da eleição de 2016 Foto Silvio Ferreira
Dagoberto é eleito presidente estadual do PDT. Ele disse que conflitos foram em função da eleição de 2016 Foto Silvio Ferreira

‘Eles podem ficar tranquilos com relação a isso, que se o nome deles estiver mais forte nas pesquisas, eu abro espaço”, ironizou.

Dagoberto acredita que apesar do impasse, Felipe Orro siga no partido por toda sua história, e que espera que Beto Pereira também continue, apesar de pouco tempo na legenda.

A executiva do PDT segue com Dagoberto presidente, o deputado George Takimoto de vice e o vereador Paulo Pedra de segundo vice-presidente.

Silvio Ferreira e Jackson Nogueira

Comentários

comentários