Após calote em taxista, mulher é condenada a andar 48km

Uma mulher que não pagou uma corrida de táxi no estado de Ohio, no interior dos EUA, foi condenada a percorrer a pé 48 quilômetros, no prazo de dois dias.

Foto Divulgação
Foto Divulgação

Acompanhada por um grupo de amigos, Victoria Bascom, de 18 anos, pegou um táxi de Cleveland to Painesville, e deixou o veículo sem pagar os US$ 100 da corrida ao condutor. Ao explicar a atitude para o juiz Michael Cicconetti, ela disse que não foi a última a deixar o veículo e por isso achou que outra pessoa arcaria com a conta.

O magistrado, porém, não aceitou a defesa da jovem e disse que ela tinha duas alternativas: passar 30 dias na cadeia ou andar 48 quilômetros em dois dias.

Victoria escolheu a segunda opção, mas ainda foi condenada a três dias de serviço comunitário e a pagar a corrida, mais uma multa de R$ 50.

O juiz disse que gostaria de fazê-la andar a distância entre as duas cidades, mas que não achava seguro o percurso. Ele então sugeriu que ela desse 40 voltas no Lake County Fairgrounds, um local para exposições agropecuárias da região.

“Será chato, mas se você não quiser ir para a cadeia vai fazer isso”, disse o juiz, ao alertar que a distância seria monitorada por GPS. “Espero que você aprenda uma lição e tome cuidado com a sua companhia”, finalizou Cicconetti, que recebeu um sonoro “obrigado” da infratora.

BAND

Comentários

comentários