Após 11 dias internado, morre homem baleado em jogo de baralho

Morreu na tarde desta sexta-feira (19), Alexsandro da Mota Ribeiro, de 31 anos, baleado na cabeça, na madrugada do dia 08 de junho, em Corumbá, após uma discussão em jogo de baralho. Familiares dão conta de que a lesão cerebral foi gravíssima, levando-o à morte por volta das 16 horas.
A família está realizando o trâmite de velório e sepultamento. O corpo de Alexsandro deve ser trazido para Corumbá até a manhã deste sábado (20). Ele estava internado em Campo Grande, desde o dia 08.

Reprodução Facebook

Alexsandro (verde) faleceu nesta tarde em Campo Grande; autor responderá por homicídio duplamente qualificado
Alexsandro (verde) faleceu nesta tarde em Campo Grande; autor responderá por homicídio duplamente qualificado

O delegado de Polícia Civil, Sam Ricardo Suzumura, informou que o suspeito do crime, João Pedro Suarez Arguelho, de 20 anos, se apresentou, foi ouvido e liberado, pois há havia passado o período de flagrante. Um segundo envolvido, Luiz Gustavo da Silva, de 23 anos, é considerado como testemunha. “O Luiz Gustavo está envolvido como testemunha, ele afirmou que quem fez os disparos foi o João Pedro. O autor, que agora com a morte do Alexsandro, deverá responder por homicídio duplamente qualificado, se apresentou com seu advogado”, disse o delegado.

O caso

O pagamento de 20 reais foi o motivo da discussão ocorrida em um bar, no bairro Nova Corumbá, na madrugada do dia 08 de junho e que acabou com dois baleados. Segundo relatou Gladstone Ortiz, de 27 anos, vítimas e acusados jogavam baralho (truco) quando houve o desentendimento por causa do pagamento de 20 reais. Luiz Rodrigo de Souza Carvalho, de 30 anos, baleado na cabeça, não resistiu à grave lesão e morreu na manhã do dia 08, no Centro de Tratamento Intensivo do Hospital de Corumbá. Alexsandro da Mota Ribeiro, de 31 anos, a segunda vítima e também baleado na cabeça, foi transferido para Campo Grande, onde faleceu.

diárionline

Comentários

comentários