André critica atraso na liberação de verba à saúde aos municípios

Da Redação/JN

Ex-governador defendeu em Naviraí durante encontro regional do MDB, que o Estado precisa retomar o rumo do progresso

Em pré-campanha, o ex-governador André Puccinelli deu sequencia na sexta-feira a série de encontros regionais do MDB em Naviraí, onde fez críticas veladas ao suposto atraso de liberação de verbas destinadas à saúde aos municípios pelo governo de Reinaldo Azambuja (PSDB).

André durante discurso em Naviraí (Foto: Reprodução)

Investigado pela Operação Lama Asfáltica, da Polícia Federal, por suposto desvio milionário de recursos públicos, André afirmou na abertura do encontro MS Maior e Melhor, que o Estado precisa retomar o rumo do progresso “e para isso vamos ouvir as lideranças e a população de todas as regiões o Estado, de todos os municípios, para elaborar o nosso Plano de Governo”.

Segundo ele, entre os principais desafios de um futuro Governo está a retomada dos investimentos na saúde – “tenho recebido muitas informações sobre atrasos na liberação de recursos e do não pagamento da 13ª parcela, que ajudava muito as entidades do setor”, especialmente no que diz respeito ao apoio aos municípios.

Ele lembrou que essa política de fortalecer a ação dos municípios é importante por permitir que as cidades encontrem soluções mais apropriadas.

“Essa e uma visão inicial, estamos começando a ouvir agora, e vamos consolidar esse conceito mais adiante. Certo é que há uma clara insatisfação”. Em Naviraí, lembrou também da importância em estimular os alunos, retomando a premiação para os melhores desempenhos, e o compromisso de qualificar os professores. “Mato Grosso do Sul pode se orgulhar de ter os melhores professores da rede publica do Brasil. Podemos lutar juntos por isso”, o ponderou.

No encontro de Naviraí participaram ainda os senadores Simone Tebet e Waldemir Moka, o deputado Junior Mochi, presidente da Assembleia Legislativa, o prefeito de Naviraí, Dr. Izauri, prefeitos e vereadores da região, dirigentes do MDB e de partidos aliados, além de representantes da comunidade de toda a região do Cone Sul.

Comentários