Ameaçado por Bolsonaro, Zé de Abreu estuda pedir Habeas Corpus preventivo para chegar ao Brasil

“Autoproclamado presidente do Brasil” e ameaçado de processo judicial por Bolsonaro, Zé de Abreu chega ao Brasil nesta sexta-feira (8), em meio a um ato para recebê-lo no aeroporto do Galeão, no Rio

Coluna da jornalista Mônica Bergamo, na edição desta quinta-feira (7) da Folha de S.Paulo, revela que o ator José de Abreu, o “autoproclamado presidente da República Zé de Abreu”, pretende estuda entrar com pedido de habeas corpus preventivo para evitar que seja preso na sua chegada ao Brasil, que acontece nesta sexta-feira (8).

Nesta quarta-feira (6), depois de divulgar um vídeo obsceno, Bolsonaro fez ameaças, dizendo que decidiu processar o ator. “Estamos processando alguns e este ‘meteoro’ será o próximo!”, escreveu, em resposta a tuíte de Zé de Abreu, que o chamou “fascista”.

Pelo mesmo Twitter, Zé de Abreu rebateu Bolsonaro. “Para quem já foi processado duas vezes por Gilmar Mendes, isso é pinto! Ops, desculpe o uso de palavra de baixo calão. Esqueci que @jairbolsonaro é defensor da moral, da religião e dos bons costumes. Inclusive do costume de apoiar milícias”, postou Zé de Abreu pelo Twitter.

Volta da Grécia
O ator saiu nesta quinta-feira (7) da Grécia, onde passava férias, rumo ao Brasil. Ele deve chegar ao aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, às 18h desta sexta-feira (8), quando está programado um grande ato para recebê-lo.

Zé de Abreu se autoproclamou presidente do Brasil em uma paródia a Juan Guaidó, oposicionista que fez o mesmo na Venezuela e ganhou o apoio de Bolsonaro.

Comentários