Alunos intolerantes à lactose e celíacos terão merenda diferenciada em MS

Está publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (28), a Lei 5.221, que inclui as crianças hipertensas, intolerantes à lactose e celíacas no Programa de Alimentação Diferenciada, da Rede Estadual de Ensino.

Uma relação de todas as crianças com essas intolerâncias deverá ser elaborada

Antes, somente os alunos diabéticos recebiam uma merenda supervisionada por médicos e nutricionistas.

Com a lei, a partir de agora, o Poder Executivo, por meio dos órgãos estaduais competentes, deverá elaborar e fornecer, após exame de constatação, uma relação completa de todas as crianças matriculadas nas escolas estaduais, portadoras de patologias, para que possam ser inseridas no programa.

A Lei é justificada sob o argumento de que no Estado, existe um grande número de crianças com essas intolerâncias e com o programa, será possível evitar danos à saúde desses alunos.

Comentários