ALMS analisa projeto que propõe sanitização profissional de ambientes de grande circulação pública

Silvio Ferreira

Projeto propõe sanitização de paredes, tetos, pisos e mobiliários de ambientes fechados de circulação pública, climatizados ou não, por empresas cadastradas. Foto: Arquivo

Na Ordem do Dia desta terça-feira (4/7) da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, quatro projetos devem ser analisados. Entre eles, o Projeto de Lei (PL) 35/2017, do deputado Maurício Picarelli (PSDB), diz respeito particularmente a essa época do ano, de estiagem prolongada, que faz com que a umidade relativa do ar caía a níveis preocupantes. O período favorece o aumento da ocorrência de doenças respiratórias – como a gripe H1N1 -, que têm disseminação facilitada em locais de grande concentração e circulação pública, como repartições e clínicas médicas, postos de saúde e estabelecimentos comerciais, entre outros.

O projeto propõe a realização de procedimentos preventivos que eliminem ou impeçam a proliferação de microorganismos prejudiciais à saúde humana e animal, responsáveis pela transmissão de doenças infectocontagiosas, estipulando a obrigatoriedade da realização do processo de sanitização em paredes, tetos, pisos e mobiliários de ambientes fechados de acesso e circulação, públicos ou privados, climatizados ou não, por empresas cadastradas em órgão público estadual competente.

Comentários