Além de perder o filho em afogamento, empresário tem casa arrombada

Como se não bastasse a dor de ter perdido um filho de apenas três anos, vítima de afogamento, o empresário Vernevil Braga Raisa teve sua residência arrombada e furtada por volta das 23h20 deste domingo (14).

Foto: Alisson Silva
Foto: Alisson Silv

Segundo informações do Edição de Notícias, a família estava na PAX, esperando o corpo do menino ser liberado para o velório, quando receberam uma ligação de um vizinho informando que sua residência havia sido arrombada.

O vizinho contou que escutou um barulho muito alto e quando saiu na rua para ver o que estava acontecendo viu que uma motocicleta Yamaha Factor vermelha estava na frente da residência e logo em seguida um homem saiu com uma sacola na mão.

Os vizinhos foram até a residência e verificaram que a porta dos fundos havia sido arrombada. O empresário foi até o local e percebeu que um celular e certa quantia em dinheiro foram furtados.

Afogamento

Guilherme Moraes Braga Raisa, de 3 anos, foi vítima de um afogamento, na tarde deste domingo (14), no córrego Fortaleza, em Coxim.

Ele se refrescava com os pais e os irmãos quando se afogou. O menino é filho do empresário Vernevil Braga Raisa, proprietário de uma assistência técnica para celulares. Segundo a mãe, Vanessa Flávio de Moraes, de 27 anos, o acidente aconteceu enquanto ela dava um mergulho.

A mãe contou ao Edição MS que estava com os três filhos, próximo a margem do córrego quando decidiu dar um mergulho. Quando voltou o filho de três anos havia desaparecido. O pai estava no mesmo local, um pouco mais afastado, conversando com amigos.

O corpo do menino foi encontrado boiando, a aproximadamente dois quilômetros do ponto de afogamento. A criança foi avistada pelo militar do Exército Eleandro Florentino da Silva, de 20 anos, que ainda prestou os primeiros socorros, mas o menino já estava sem vida.

À nossa reportagem o policial disse que inicialmente pensou que fosse um boneco, mas logo percebeu que se tratava de uma criança. No momento, ele também se refrescava no córrego, em companhia da esposa e de amigos.

O corpo do menino está sendo velado na PAX e Funerária Coxim e o sepultamento está previsto para as 15 horas desta segunda-feira (15), no cemitério central

Comentários

comentários