Águas & Esgoto e Rodoviária também tem reajustes de quase 11% autorizados

aguaOs aumentos em serviços públicos ou cedidos, para entrar em vigor imediatamente, ou mesmo para o próximo ano, saíram todos nesta sexta-feira (2), autorizados pela prefeitura e publicados no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande). Assim, duas grandes áreas que afetam todo a população, teve os reajustados divulgados, como o valor da tarifa do transporte coletivo, que o Página Brazil já noticiou, e, os serviço de água e esgoto ficarão 8,47% mais caros a partir de 3 de janeiro, na Capital. Bem como ainda, embarcar na rodoviária fica 10,97% mais caro em 1° de janeiro. Os reajustes foram autorizados hoje, pleo prefeito Alcides Bernal, em diário oficial.

De acordo com o decreto n° 13.010 publicado hoje, o reajuste anual faz parte das normas de concessão do serviço e esta baseado no INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) acumulado no período de 12 meses. A revisão é prevista no contrato de concessão assinado entre a prefeitura e a Águas Guariroba.

A tarifa mínima para aqueles que utilizam os serviços de água e esgoto passará dos atuais R$ 69,20 para R$ 75. Na CapitaL, 99,8% da população têm acesso ao abastecimento de 00água tratada. Cerca de 65% consome até 10 m³ de água e pagam a tarifa mínima. Os que hoje pagam R$ 40,70 por dez mil litros de água tratada, passarão a desembolsar R$ 44,10, ou seja R$ 3,40 a mais. A tarifa mínima pelo serviço de coleta e tratamento de esgoto, atualmente disponível para 82% da população, passará de R$ 28,50 para R$ 30,90. As famílias de baixa renda utilizam a Tarifa Social e hoje pagam R$ 18,40 por dez mil litros de água. Com o reajuste, o valor passa a ser de R$ 20. Neste caso, o valor do esgoto sobe de R$ 12,90 para R$ 14, diferença de R$ 1,10.

No ano passado a empresa reajustou a tarifa duas vezes. Em julho, o aumento de 8,35% em tarifa extraordinária, foi para prir os gastos com a tarifa de energia elétrica, que impactou em 70% no custo das operações da empresa. Em janeiro desse ano, começou a valer o reajuste anual de 10,36%.

rodocgRODOVIÁRIA

Atualmente, para sair da rodoviária de Campo Grande com destino ao interior do Estado o cliente para R$ 3,90 de tarifa de embarque, mas a partir de janeiro vai pagar R$ 4,33. Em viagens para outros estados, o valor é ainda maior, dos R$ 5,40 os clientes vão pagar R$ 5,98.

Para viagens internacionais o preço da tarifa também ficará em R$ 5,98. O aumento também vale para tarifas de acostamento do terminal, ou seja, o valor que a empresa paga por utilizar a rodoviária, que passará a ser de R$ 16,60.

A rodoviária de Campo Grande é administrada pela Socicam, por meio de concessão feita com a prefeitura, desde a inauguração do terminal em janeiro de 2010. São 25 plataformas de embarque e desembarque, 38 guichês de venda de passagens, além de salas comerciais, guarda-volumes e estacionamento privativo.

Comentários