Agetran comemora Dia do Ciclista premiando ganhador de concurso cultural

“Liberdade plena é curtir de bicicleta a linda cidade Morena”, frase ganhadora do estudante, Bruno Roque Lima dos Santos, de 15 anos. Ele é vencedor do concurso cultural gratuito promovido pela Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) em razão do Dia Nacional do Ciclista, comemorado nesta quarta-feira, 19 de agosto.

Foto Divulgação
Foto Divulgação

Para participar do concurso com o tema “Na Cidade Morena Com A Minha Bicicleta”, era necessário residir em Campo Grande, ter idade mínima de 12 anos e sem limite de idade máxima. Todos os concorrentes tinham que elaborar uma frase contendo pelo menos oito palavras sobre o tema em questão e enviar para o site da Agetran ou pessoalmente na sede da Agência.

A comissão julgadora foi composta por um especialista em educação para o trânsito, um publicitário e um professor de língua portuguesa. Eles analisaram todas as frases, sendo que a selecionada é uma dentre as 100 inscritas que respeitavam as regras do concurso cultural e os critérios de seleção, como adequação ao tema e a criatividade.

“O resultado é positivo. No ano passado tivemos 16 óbitos de ciclistas, enquanto que neste ano, foram apenas dois até agora. Mas devemos estar sempre em alerta, porque se trata de vidas e o ideal é zerar este índice”, destacou a diretora presidente da Agetran, Beth Felix, durante a solenidade de entrega do prêmio, uma bicicleta aro 26, junto ao capacete de segurança.

A diretora agradeceu a todos os participantes e parabenizou o ganhador, pedindo para ele continuar multiplicando informações sobre boas condutas no trânsito. “Fiquei muito feliz quando me ligaram. Eu não andava de bicicleta desde os oito anos de idade, agora vou voltar a andar com frequência”, comemorou o estudante.

História

Em 11 de abril de 2008 foi publicado no Diário Oficial da União o Projeto de Lei da Câmara n. 43 de 2008 (Projeto Original nº 832/2007), que institui o Dia Nacional do Ciclista a ser comemorado anualmente no dia 19 de agosto. A justificativa nesta data, em 2006, um estudante de biologia prestes a se graduar, Pedro Davison, foi morto em pleno Eixo Rodoviário do Distrito Federal.

Pedro tornou-se vítima fatal de um motorista que transgrediu os preceitos do Código de Trânsito Brasileiro. O motorista que atropelou Pedro em faixa que proibia a circulação de veículos automotores e que, ao chocar-se com a bicicleta na parte traseira, não deu assistência à vítima e fugiu porque sua carteira de habilitação estava vencida.

Comentários

comentários