Agentes penitenciários foram intoxicados com veneno para matar ratos

Os cinco agente penitenciários que passaram mal na manhã desta quarta-feira (20) no Presídio de Segurança Máxima da Capital, foram envenenados com uma substância para matar ratos. Um deles está internado em estado grave.

Segundo informações do Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária de Mato Grosso do Sul (Sinsap/MS), o laudo da perícia deve sair em 10 dias, porém os médicos que atenderam as vítimas detectaram veneno para matar ratos nos organismos dos agentes.

O caso

Os agentes passaram mal na manhã de hoje e a suspeita é de que os detentos tenham colocado alguma substância no café dos servidores.

Todos os agentes que passaram mal trabalhavam no pavilhão II do presídio.

Comentários

comentários