Agenda oficial não prevê presença de Dilma em evento de aniversário do PT

O Palácio do Planalto divulgou na noite desta sexta-feira (26) a agenda oficial de sábado da presidente Dilma Rousseff, na qual consta uma série de reuniões e encontros em Santiago, capital do Chile. Caso a agenda seja mantida, Dilma não deverá participar das comemorações de 36 anos do PT, que começaram nesta sexta-feira, no Rio de Janeiro, e seguem até sábado.

Dilma deve continuar no Chile (Foto: G1)
Dilma deve continuar no Chile (Foto: G1)

A presidente viajou ao Chile mais cedo, nesta sexta, para se reunir com a presidente chilena, Michele Bachelet. Ao longo do dia, o Planalto não confirmou se Dilma retornaria ao Brasil a tempo de participar das comemorações do partido ou se permaneceria na capital chilena ao longo da tarde de sábado.

Apesar de divulgar a agenda oficial de Dilma diariamente com antecedência, o Palácio do Planalto também costuma informar sobre eventuais alterações no cronograma da presidente.

Conforme informou o Blog do Camarotti, emissários de Dilma na convenção do PT no Rio, sondaram nesta sexta o ambiente para a presidente. As informações repassadas davam conta de que o clima no local era hostil para a presença dela.

De acordo com o blog, Dilma chegou a receber convite para um almoço com a presidente chilena, mas não respondeu de imediato para que pudesse se decidir se iria ou não ao evento petista. A previsão era que, se ela tivesse uma sinalização positiva sobre sua ida ao Rio, iria a capital fluminense antes do retorno a Brasília.

As comemorações de 36 anos do PT começaram nesta sexta com a realização de reunião do diretório nacional do partido. No sábado, além de seminário do partido no Rio, com a participação de algumas das principais lideranças da sigla, haverá shows. De acordo com o PT, a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está confirmada.

Comentários

comentários