Aécio diz que Rose vai fazer na Capital o que Reinaldo faz por MS

Tucano em coletiva de imprensa na tarde desta quinta-feira (20) na Capital (Foto: Elivelton Almeida)
Tucano em coletiva de imprensa na tarde desta quinta-feira (20) na Capital (Foto: Elivelton Almeida)

O senador da República por Minas Gerais e Presidente do PSDB Nacional Aécio Neves, veio à Campo Grande nesta quinta-feira (20) para reforçar a campanha da candidata à prefeita pelo PSDB Rose Modesto. O tucano elogiou a vice-governadora e agradeceu o apoio da população de Mato Grosso do Sul nas últimas eleições presidenciais, além de esclarecer os problemas enfrentados pelo Brasil nos últimos tempos.

O líder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima e o deputado federal Antônio Imbassahy, líder do Partido da Social Democracia Brasileira na Câmara, também acompanharam o senador Aécio Neves em entrevista concedida à imprensa no Centro da Capital.

O tucano destacou que a candidata Rose Modesto, que já tem o apoio do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), terá o apoio do Governo Federal para que os investimentos voltem a Campo Grande. “Ninguém faz nada sozinho na vida, muito menos na política, não é com gravata, não é com discurso que nós vamos resolver os problemas graves da cidade”, disse o senador.

Aécio não polpou elogios a candidata tucana que estava ao seu lado, mas não se manifestou. Aécio almeja que a Capital sul-mato-grossense seja uma “vitrine” para o país com uma administração competente. “Rose fará em Campo Grande, o que Reinaldo fez pelo Estado”, prevê.

Clima no Senado

“Eu acredito que a prisão do Eduardo Cunha vai colocar a política brasileira em um novo patamar”.

Aécio afirma que não pode admitir que a crise política avance a agenda econômica, e demonstrou total apoio à Operação Lava-Jato, que nos últimos tempos desvendou dezenas de escândalos ligados à políticos brasileiros, sendo a maior investigação de corrupção e lavagem de dinheiro que o Brasil já teve.

Comentários

comentários