Adolescente morre e pai é baleado durante festa julina em escola

Da Redação/JN

O adolescente João Henrique de Souza Esteves, 16 anos, foi morto a tiros, neste sábado, dia 08 de julho, durante festa julina que estava sendo realizada na Escola Municipal Ângela Maria Perez, em Corumbá, cidade localizada na fronteira com a Bolívia.

Kleber Clajus / Foto: Reprodução/Facebook

Ele estava na companhia do pai de 44 anos, quando viram um desafeto do irmão da vítima circulando pelo local. Ao tentar abordá-lo, o responsável pelo adolescente foi baleado.

Conforme informações do site Diário Corumbaense, Matias Alejandro Retamozo, 18 anos, vulgo “Paraguai”, teria sido esfaqueado por João Henrique antes de matá-lo a tiros no local da festa.

A morte do menor foi constatada por uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), responsável ainda pelo resgate dos outros dois feridos.

Familiares e amigos lamentaram a morte nas redes sociais e alguns até sugerem vingança. O velório ocorre na casa de João Henrique, no Bairro Popular Nova. O pai dele segue internado na enfermaria da Santa Casa.

Matias Alejandro, por sua vez, acabou preso em flagrante pelo homicídio do adolescente e se recupera do ferimento por faca sob escolta policial no mesmo hospital.

Comentários