Adolescente é executado por engano e pistoleiro é agredido por populares

Um adolescente de 14 anos, identificado como Jeferson Salinas de Oliveira, foi executado a tiros no final da tarde do último sábado (13), em Ponta Porã. Ele foi morto por engano e o pistoleiro foi agredido por populares.

Conforme informações do site Porã News, Jeferson estavam em frente da residência onde morava, na rua Renê Zanulti, no bairro Altos da Glória, quando dois pistoleiros chegaram em uma motocicleta de origem paraguaia. O garupa desceu e efetuou tiros de pistola calibre 765 contra o adolescente.

Foto: Porã News
Foto: Porã News

O pistoleiro que foi identificado como Bruno Gonçalves, foi alcançado por populares e familiares da vítima enquanto tentava fugir e foi agredido. Ele foi socorrido e encaminhado ao Hospital Regional de Ponta Porã.

Informações indicam que o jovem teria sido executado por engano. O caso está sendo investigado.

Comentários

comentários