Adolescente é apreendido por injúria racial contra Preta Gil

Cantora sofre 'enxurrada' de ofensas nas redes sociais
Cantora sofre ‘enxurrada’ de ofensas nas redes sociais

A polícia civil através do Setor de Investigações Gerais (SIG), juntamente com um Oficial de Justiça da Comarca, apreenderam ontem (10), um adolescente de 16 anos em Três Lagoas, 338 quilômetros de Campo Grande. O jovem teria cometido injúria racial contra a cantora Preta Gil. Os policiais cumpriram o mandado de busca domiciliar expedido pelo juízo da 31ª Vara Criminal da Comarca do Rio de Janeiro.

De acordo com informações, policiais civis efetuaram buscas em um imóvel localizado no bairro São Jorge. Algumas ofensas contra a cantora teriam partido da rede de internet instalada naquele endereço.

Equipamentos apreendidos para perícia (Foto: Divulgação)
Equipamentos apreendidos para perícia (Foto: Divulgação)

A mãe do menino se mostrou surpresa com a chegada da equipe à residência. Foi constatado que ali morava o adolescente de 16 anos, que confessou ter ofendido Petra Gil no início do ano. Conforme a polícia, ele fazia parte de um grupo social ‘fake’ denominado “Máfia Maliciosa”. Este grupo fez vários xingamentos relativos à cor da pele da cantora.

O adolescente se mostrou arrependido e, após prestar declarações, foi liberado para seu representante legal. Vários eletrônicos foram apreendidos e encaminhados à Perícia Técnica da Capital.

Comentários

comentários