Adolescente de 16 anos confessa ter executado homem em tabacaria

Um adolescente de 16 anos confessou à polícia, ser o assassino de Luciano Miguel de Jesus, de 20 anos, morto na madrugada desta quinta-feira (19), em uma tabacaria no bairro Estrela Dalva, em Campo Grande.

De acordo com informações da delegada da Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude), o menino se apresentou à polícia, acompanhado da mãe e um advogado.

Ainda conforme a delegada, o motivo da morte teria sido impulsionado por um desentendimento no passado. O adolescente contou que disparou contra Luciano e Wesley, após a dupla simular estar armada. A arma usada no crime é um revólver calibre 38.

O caso será investigado e, enquanto isso, o jovem aguarda em liberdade, uma vez que não possuía antecedentes criminais e apresentou-se espontaneamente.

O caso

Luciano Miguel de Jesus, de 20 anos, foi atingido por quatro disparos de arma de fogo. O jovem foi atingido na nuca, costas e ombro. Ele não resistiu e morreu no local.

Luciano estava acompanhado de Weslley Ribeiro Estigarrivio, também de 20 anos, que foi atingido por dois tiros e não morreu. O jovem foi encaminhado à Santa Casa de Campo Grande.

 

Comentários