Adolescente chora sobre corpo de pai morto com tiros de fuzil na fronteira

De acordo com a Polícia Nacional do Paraguai, vítima também foi atingida por tiros de pistola e morreu antes do socorro chegar, em Pedro Juan Caballero, fronteira com Ponta Porã.

Um adolescente que não teve a idade revelada foi flagrado na manhã desta terça-feira (8) chorando sobre o corpo do pai executado a tiros de fuzil, em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, na fronteira seca com o Brasil, por Ponta Porã.

De acordo com a Polícia Nacional do Paraguai, a vítima, o paraguaio Virgilio Veras, de 41 anos, estava sentado na frente de casa quando dois homens chegaram em uma caminhoneta e fizeram os disparos usando um fuzil calibre 7.62 e uma pistola calibre 9 mm. Os tiros atingiram a cabeça da vítima.

Adolescente chora sobre corpo de pai, que foi executado com tiros de fuzil e pistola, em Pedro Juan Caballero, Paraguai. — Foto: Léo Veras/Porã News

O filho da Virigilio que segundo uma testemunha que preferiu não se identificar, estava na escola no momento da execução e ao saber que o pai tinha sido morto, correu para o local. Desesperado, o jovem se jogou sobre o corpo do pai. Chorando muito, ele foi amparado por policiais e por familiares.

Conforme o registro policial, antes de ser executado, o homem teria chegado em casa em uma motocicleta e estava na frente da residência com alguns amigos tomando tereré, uma bebida típica da região. Ele morreu antes do socorro chegar.

O corpo da vítima foi levado para o Instituto Médico de Pedro Juan Caballero. A Polícia Nacional do Paraguai investiga o caso e até a publicação desta reportagem nenhum suspeito foi identificado.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui