Adolescente brasileiro é executado a tiros na fronteira

Da Redação/JN

O adolescente brasileiro Renan dos Santos Espíndola, de 17 anos, foi encontrado morto por volta das 6 horas da manhã deste sábado, na fronteira com o Paraguai. Ele teria sido sequestrado e executores usaram pistola 9 mm no homicídio.

Vítima foi encontrada morta na manhã deste sábado. – Foto: Porã News

A vítima foi executada, aparentemente com tiros na cabeça, em acerto de contas do crime organizado.

Conforme apurado pela polícia local, o corpo estava na Colônia Cerro Corá, na região de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que divide a linha internacional com Ponta Porã.

Populares que transitavam pela região o avistaram e acionaram as autoridades. Não é descartada hipótese de que a vítima estivesse envolvida com o tráfico de drogas. O caso é investigado.

Na região de Ponta Porã essa foi a segunda execução em menos de 24 horas. No distrito de Sanga Puitã, o comerciante João Cláudio Portilho, 42 anos, também conhecido como Joãozinho, morreu com tiros de pistola 9 mm.

O assassino chegou no comércio da vítima, fez os disparos e foi embora. Ninguém soube dar pistas à Polícia Civil brasileira para auxiliar nas investigações.

Comentários