Acusado de matar adolescente em pizzaria é condenado a 27 anos

Da Redação/JN

Jeferson Alexandre de Oliveira, de 23 anos, acusado de executar com seis tiros de pistola o adolescente Rafael Lopes da Rocha, de 15 anos, em junho de 2017 em Dourados, foi condenado a 27 anos de prisão. O julgamento ocorreu no Tribunal do Júri da cidade.

Jovem é acusado de ter matado adolescente em pizzaria – Foto: Osvaldo Duarte

Ele foi condenado por homicídio qualificado por motivo fútil e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima, além de tentativa de homicídio.

Quando foi preso, Jeferson, que estava foragido do sistema semiaberto, contou que matou Rafael porque o adolescente teria encarado a namorada dele e depois mostrado o dedo do meio. Ele foi detido um mês e meio depois do homicídio.

Perto de completar um mês do crime, amigos de Rafael chegaram a fazer uma campanha em outdoor contra a violência e cobrando a elucidação do crime.

O crime

No dia 18 de junho um atirador chegou por volta das 21 horas na Pizzaria e começou a atirar em Rafael que estava comendo pizza em companhia da mãe, irmã e dois tios. Ele foi alvejado com tiros no pescoço, peito, barriga e no braço direito.

Antes de chegar à pizzaria, a vítima que não tinha antecedentes criminais estava em um culto evangélico com os familiares.

Jeferson chegou numa pizzaria no bairro Parque das Nações II, em Dourados e matou o adolescente Rafael Lopes da Rocha de 14 anos de idade com seis tiros de pistola 9 milímetros e saiu andando.

Rafael estava com a mãe, dois tios e uma irmã de oito anos de idade na pizzaria quando chegou o atirador e começou a disparar. O adolescente foi alvejado com tiros no pescoço, peito, barriga, na perna e no braço direito’.

Comentários