Ações na Semana Santa renderam autuações e R$ 80 mil em multas

Da Redação/JN

Foram 32 pessoas autuadas e mais de 200kg de peixes apreendidos

A Operação Semana Santa da Polícia Militar Ambiental que teve início na última quarta-feira (28), e terminou às 8h desta segunda-feira (2), resultou na autuação de 32 pessoas, 250kg de peixes apreendidos e mais de R$ 80 mil em multas aplicadas.

Foram fiscalizados diversos rios do Estado.

Segundo o balanço divulgado pela PMA, este ano o número de pessoas autuadas foi o dobro, no comparativo com o ano passado. Nesta operação foram 32 autuados por infrações ambientais, enquanto foram 15 em 2017. 18 ocorrências foram relativas à pesca.

Dos 18 autuados por pesca, 14 foram presos por pesca predatória e quatro foram autuados por pescar sem a licença ambiental, o que não é crime, mas somente infração administrativa.

A quantidade de pescado apreendido foi 112% superior à operação de 2017. Foram 250kg apreendidos e 118kg na operação anterior.

Com relação aos petrechos de pesca proibidos as apreensões de redes de pesca se destacaram, com 35 redes apreendidas. Na operação passada foram 22 redes. Destacam-se os tamanhos das redes, que mediram 2 km ao todo.

As multas aplicadas nessa operação foram 531% superiores. R$ 80.400 nesta operação e R$ 12.940 na anterior. Multas com valores diferentes entre as operações dependem dos tipos de ocorrências, pois alguns tipos infracionais ambientais preveem multas elevadas.

Nesta operação houve uma multa de R$ 26.500 por desmatamento e aplicação de R$ 10 mil em multas em cinco infratores na Capital por pichação, que influenciaram na diferença de valores.

Comentários