Ações de conscientização sobre violência contra mulher serão realizadas durante todo o ano

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ/MS) está realizando nesta semana diversas ações em alusão ao Mês da Mulher. O presidente do órgão, desembargador João Maria Lós, em entrevista ao Tribuna Livre e ao Página Brazil explicou que as atividades serão estendidas para os outros meses.

De acordo com o desembargador, a campanha “Justiça pela Paz em Casa” foi instituída pela ministra do Supremo Tribunal Federal e o objetivo é divulgar a Lei Maria da Penha. Coordenada no Estado pelo vice-presidente do TJ, desembargador Paschoal Carmello Leandro, as ações da semana também contou com uma caminhada. “A caminhada pela Paz em Casa foi um sucesso e contou com a participar muito grande das pessoas. O principal objetivo foi conscientizar a população que não pode ter violência em casa”, explicou João Maria Lós.

Presidente do TJ/MS, des. João Maria Lós
Presidente do TJ/MS, des. João Maria Lós

Ainda segundo informações do desembargador, o maior índice de violência doméstica está entre trabalhadores da construção civil. Visando diminuir esse número, foram realizadas palestras com esses trabalhadores que contou com a participação de psicólogos, assistentes sociais e equipes do judiciário. As ações de conscientização continuarão sendo realizadas no decorrer do ano.

Caminhada pela Paz em Casa

A caminhada ocorreu na última segunda-feira (7), no centro da Capital. Promovida pelo Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul, a manifestação levou cerca mil pessoas às ruas e contou com o apoio de diversas entidades públicas e privadas. Ao todo foram percorridas nove quadras, do Fórum de Campo Grande, na rua da Paz, até a praça Ary Coelho.

 

Comentários

comentários