Ação Socioeducativa do Vale Renda vai percorrer as sete regiões de Campo Grande até junho

Moradores do Bairro São Conrado e região receberam a Ação Socioeducativa do Programa Vale Renda, na manhã do último sábado (19), na Escola Élia França Cardoso com a presença da vice-governadora e titular da Secretaria de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), Rose Modesto.

Foto Leka
Segundo Rose Modesto o projeto tem o objetivo geral de emancipação econômica do beneficiário e propiciar maior acesso às políticas públicas e aos direitos sociais.Foto Leka

A pasta coordena o benefício social e possui diversos serviços gratuitos como feira de artesanato, apresentações culturais, lazer e atividades para as crianças, o projeto visa integrar os beneficiários do programa com a equipe do Vale Renda, parceiros e comunidade em geral. Essa é a primeira ação do ano deste projeto que até junho pretende atender as sete regiões da Capital. A próxima já está agendada para o dia 16 de abril, no Bairro Rouxinóis.

“É oferecendo oportunidade que vamos transformar Mato Grosso do Sul. O beneficiário empreendedor, que recebe o Vale Renda e passa a investir na sua qualificação ou ingresso no mercado de trabalho tem toda a nossa atenção nessas ações. São eles que vão comercializar seus produtos nesses encontros e assim gerar mais renda para suas famílias”, explicou a vice-governadora e secretária da Sedhast, Rose Modesto.

Cerca de 300 pessoas participaram da ação e 38 beneficiários empreendedores do Vale Renda expuseram ou venderam seus produtos, sendo 17 na parte dos artesanatos e 21 na área da alimentação. Motivada pela inclusão social, a Superintendência de Benefícios Sociais (SUBS), que executa o programa, planejou o projeto para que os beneficiários pudessem comercializar seus produtos e assim aumentarem sua renda para que consigam a efetiva emancipação.

Na oportunidade os beneficiários e os moradores da região também puderam tirar dúvidas sobre serviços disponibilizados pelo Governo do Estado e parceiros, como: direito do consumidor, acesso as linhas de crédito do Banco do Cidadão, Microempreendedor Individual – MEI, ingresso ao Programa Vale Universidade, entre outros. Dentre os serviços foram oferecidos: corte de cabelo e manicure; encaminhamento da primeira carteira de trabalho; encaminhamentos jurídicos; aferição arterial, jogos educativos, palestra sobre higiene bucal e alimentação saudável.

A primeira ação do Vale Renda aconteceu em 2015 no Bairro Ana Maria do Couto no mês de outubro, e a segunda no Bairro Nova Lima em novembro. Segundo a Superintendência de Benefícios Sociais (SUBS) o objetivo geral emancipação econômica do beneficiário e propiciar maior acesso às políticas públicas e aos direitos sociais.

Benefício – O Vale Renda é gerenciado pela Secretaria de Direitos Humanos Assistência Social e Trabalho (Sedhast), e atende famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica com aporte financeiro de R$ 170,00 mensal, e promove reuniões socioeducativas mensais organizadas com a meta de fortalecer os vínculos familiares, propiciar maior acesso às políticas públicas e aos direitos sociais.

 

Comentários

comentários