Acadêmicas da UEMS produzem “Manual da Caloura”

Foto Divulgação
Foto Divulgação

Acadêmicas de vários cursos da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), em Dourados, criaram o “Manual da Caloura” que tem o objetivo de dialogar com as novas acadêmicas, quando chegam à Universidade, sobre assuntos relacionados a gênero, diversidade, preconceito entre outros temas.

A acadêmica de Direito, Juliana Lino, teve acesso a um modelo de comunicação popular produzido no Rio Grande do Norte, conhecido como Fanzine – ou somente Zine – que abordava a temática feminista e trouxe a ideia para a UEMS em Dourados.

“Reunimos meninas de vários cursos como Direito, Engenharia Física, Letras entre outros, que fazem ou não parte de movimentos populares. Primeiramente, realizamos uma roda de conversa denominada ‘Mulheres na universidade: Universidade que temos e a Universidade que queremos’ para elencar as necessidades da nossa Instituição, sintetizamos os temas e fizemos as colagens e produções dos textos”, explicou.

Segundo a acadêmica, o “Zine” é uma forma popular de comunicação que constrói um folheto, por exemplo, de forma manual, com colagens, sem a necessidade de se utilizar programas de computador.

O material aborda vários temas como: “Parabéns! Seja bem-vinda à universidade”; “Sua roupa não é convite!”; “Curso não tem gênero!”; “Respeite as diversidades”; “Você não é obrigada a nada!”; “Lugar de Mulher é na Universidade Sim!”.

“Não estão contemplados todos os pontos, mas foi a forma mais compacta que encontramos de fazer um Manual da Caloura que tivesse coisas básicas. Colocamos frases de efeito para que as meninas se sintam acolhidas dentro do espaço acadêmico e para elas entenderem que nós não somos inimigas”, ressaltou a acadêmica.

Professores já apoiaram a iniciativa, “e disseram que este poderá ser um modelo de comunicação  e de campanha também, porque quase ninguém dialoga com as calouras quando elas chegam na universidade”, disse Juliana.

A distribuição deverá ser feita, principalmente, para as calouras da UEMS. Mas o objetivo do formato é que a mensagem chegue ao máximo de pessoas possível, com a reprodução incentivada.

Foto Divulgação
Foto Divulgação

Comentários

comentários