Absurdo triplo: mulher queimada com filha no peito ainda está grávida

Lúcio Borges

Foto: Minamar Junior

O abuso criminal e até certa insanidade é cada vez mais absurda em violência contra a mulher em Mato Grosso do Sul, como o Página Brazil noticiou, que na noite desta quarta-feira (12), um homem cometeu duplo crime e quase duas mortes, ateando fogo no corpo da mulher, que estava com filha no peito amamentando. Contudo, o caso ainda ficou pior, pois a então esposa de um homem de 34 anos, que oficialmente não teve nome confirmado, esta gravida de três meses. Ele colocou fogo na mulher de 37 anos, e na criança de 3 anos, em casa da Rua Capitão Airton Rebouças, no Jardim São Conrado, região Oeste de Campo Grande.

As vítimas foram socorridas com queimaduras de 1° e 2° grau ante que o homem inicialmente disse que estava fazendo bife na chapa, mas confessou o crime posteriormente. A criança teve queimaduras nos pés e sua mãe teve 40% do corpo queimado, entre braços, pernas, tórax e barriga, em uma tentativa de feminicídio, de acordo com primeiras informações da Polícia Militar. O homem deve passar por audiência de custódia na tarde desta quinta-feira (13).

A delegada-adjunta Jennifer Estevam de Araújo, da Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), ratificou após assumir o caso, que o marido da vítima confessou ter ateado fogo na esposa, mas que depois que viu o que tinha feito ajudou a mulher a retirando da casa e levando para fora. “Ele ainda teria dito que o casal vinha se desentendendo constantemente e que na noite de ontem, a esposa estava no quarto com a filha quando ele entrou com uma garrafa de tíner e isqueiro, mas para fazer bife na chapa”, comentou a delegada.

Socorro de fora

Os vizinhos ouviram os gritos de socorro e chamaram o Corpo de Bombeiros. Eles informaram que ouviram gritos da mulher falando “porque você fez isso”, seguidos de pedidos de socorro. Inicialmente, o suspeito disse aos militares que estava fazendo bife na chapa e acabou pegando fogo no colchão, se alastrando para o cômodo.

Uma unidade avançada do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionada e as vítimas foram socorridas.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here