Santos rescinde contrato vitalício com Pelé

O Santos rescindiu o contrato vitalício que havia assinado com a Sport 10 Licenciamentos, empresa que administra a imagem de Pelé. A informação foi divulgada pelo Globo Esporte e confirmada pelo UOL Esporte. O clube paulista deveria pagar cerca de R$ 1,5 milhão por mês para utilizar a imagem de seu maior ídolo, mas não pagava o combinado desde 2013.

Clube e empresa fizeram um acordo amigável, mas a cúpula santista foi obrigada a pagar R$ 3,5 milhões, referentes a parcelas atrasadas do contrato e mais rescisão.

A dívida com a empresa foi levada a Justiça e chegou a bloquear parte do pagamento da Internazionale, da Itália, ao Santos, referente a compra dos direitos econômicos do atacante Gabriel Barbosa, o Gabigol. Antes disso, a empresa já havia penhorado a Vila Belmiro.

O Santos estava insatisfeito com o contrato firmado, principalmente pelas exigências que eram feitas pela empresa para disponibilizar a participação de Pelé em eventos do clube. Dirigentes santistas alegavam que precisavam pagar viagens e hospedagens de funcionários da empresa para contar com o seu ídolo. Os valores do contrato também não agradavam.

O clube paulista já estuda uma nova parceria com Pelé, mas a ideia agora é negociar diretamente com o ex-camisa 10 do clube e da seleção brasileira.

Comentários

comentários