Comissão é convocada para explicar tumulto na eleição de conselheiros

Da Redação

A tumultuada eleição do Conselho Tutelar provocou várias críticas de eleitores no dia 6 de outubro e, por isso, a coordenadora da comissão organizadora, Alessandra da Silva Hartmann, foi convocada pela Câmara Municipal para esclarecer os procedimentos.

Eleitores enfrentaram vários problemas, como grandes filas e falta de cédulas (Foto/Arquivo: Marina Pacheco).

O uso da tribuna está previsto para a sessão de terça-feira (15), a partir das 9h. O pedido foi protocolado pelo vereador João César Mattogrosso (PSDB).

A eleição foi realizada no dia 6 de outubro. Ao todo, 77 candidatos disputaram 25 vagas para atuarem em cinco Conselhos Tutelares da Capital. Foram 60 locais de votação, cada sessão com três mesários que fizeram as orientações necessárias.

O grande número de eleitores surpreendeu. O aumento inesperado da demanda provocou muita reclamação. Em diversas sessões eleitorais faltaram cédulas e as filas chegaram a dobrar o corredor das escolas. Alguns locais de votação foram agrupados e teve quem não encontrasse nome como apto para votação.

Câmara – Na ordem do dia, também está prevista a avaliação de três vetos em primeira votação: a inclusão no calendário oficial municipal a festa de Santa Catarina de Alexandria Virgem e a criação do Proinc (Programa de Inclusão Profissional) da Fundação Social do Trabalho.

Em segunda votação, os vereadores votam a instituição do guia da saúde pública, o projeto que autoriza deficiente visual a permanecer em ambientes públicos ou privados com cão guia e a realização de campanha permanente pela não utilização de copos e xícaras plásticas.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui