Emergência! Você liga 190, 193 ou 911?

Você já precisou ligar para a polícia ou para os bombeiros e ficou em dúvida sobre qual número deveria discar? Temos 190 para falar com a Polícia Militar, 193 para Corpo de Bombeiros, 199 para Defesa Civil, 192 é Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e por aí vai. Há diversos números dentre os quais você tem que escolher na hora em que mais precisa de facilidade.

Por que não temos um número único para qualquer emergência ou denúncia, já que as forças policiais e socorristas precisam atuar integradas? Este é somente um exemplo de como a Segurança Pública precisa ser revista em cada detalhe, no Brasil. Com a renovação política no Legislativo e Executivo brasileiro, definida nas eleições deste ano, esperamos que diversos projetos saiam do papel e vários outros sejam propostos, de modo a considerar exemplos de sucesso nesta área.

Nos Estados Unidos e Canadá, para qualquer tipo de emergência o cidadão pode ligar para 911. Nos EUA, a natureza do crime é considerada elementar para determinar que tipos de agentes e qual inteligência devem ser designados.  A praticidade e a maleabilidade da estrutura policial norte-americana foram construídas por várias administrações que souberam instituir políticas públicas de segurança que privilegiassem a especialização policial.

Voltando ao Brasil, tramita no Congresso Nacional, desde 2013, um projeto de lei para a unificação do número de telefone de emergência em todo o território nacional. O texto já passou por diversas comissões e aguarda votação no plenário. É mais do que hora de provocarmos nossos representantes a agilizarem a votação desse e de outros projetos da segurança pública, pois nada vai mudar enquanto não houver uma atualização em toda a política da pasta, que, insisto, leve em consideração formas de trabalho que já têm dado bons resultados em países cujo índice de criminalidade é menor. Defendo essas iniciativas no livro “Gestão Estratégica em Segurança Pública”, publicado em 2014.

André Salineiro é Policial Federal e está Vereador por Campo Grande/MS.

Comentários