Zé Roberto vê Palmeiras preparado para “revanche” contra o Santos

Palmeiras e Santos decidirão mais um título em 2015. No Campeonato Paulista, o Peixe levou a melhor nos pênaltis após uma vitória para cada lado nos dois jogos da final. Agora, na Copa do Brasil, o Alviverde chega embalado por uma sofrida classificação nas cobranças da marca da cal diante do Fluminense, assim como havia ocorrido, mas contra o arquirrival Corinthians, no Estadual. Mas dessa vez, na visão de Zé Roberto, o Verdão tem tudo para levar a melhor na “revanche” e ficar com a taça.

Palmeiras sai fortalecido de classificação sofrida diante da torcida para buscar “revanche” (Foto:Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
Palmeiras sai fortalecido de classificação sofrida diante da torcida para buscar “revanche” (Foto:Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

“Nossa equipe é nova, está sendo formada agora, e ainda assim chegamos na final do Campeonato Paulista, estamos na briga pelo G4 e na decisão da Copa do Brasil. Agora é uma revanche, para a qual o Palmeiras está muito bem preparado. Essa final vai ficar para a história do clube e a gente vai fazer de tudo para conquistar esse campeonato”, declarou o veterano na saída do gramado após a suada classificação.

Zé Roberto também fez questão de exaltar a torcida, que lotou o Palestra Itália (com 38.562 pagantes) e apoiou a equipe em busca da classificação que colocou o Palmeiras na final inédita entre dois clubes paulistas na Copa do Brasil.

“A gente sabia que hoje o diferencial seria nossa torcida, até porque o estádio superlotou. A torcida do Palmeiras é isso, apaixonante. A gente sabe que eles sofrem bastante quando o time perde, como foi no último domingo contra o Sport (2 a 0 em casa). Tínhamos que dar uma resposta para eles, e isso aconteceu hoje, com superação e muito apoio deles”, concluiu.

Dudu, por sua vez, também fez questão de exaltar a força das arquibancadas, além de salientar a dificuldade da revanche na final contra o Santos, time que o Palmeiras visita neste domingo, na Vila Belmiro, para seguir em busca de uma vaga no G4 do Campeonato Brasileiro.

“Essa classificação é especial por tudo, pela torcida, pelos jogadores, pelo treinador que a gente tem, que está de parabéns também. Agora é descansar, vão ser dois grandes jogos (no dia 25 de novembro e no dia 2 de dezembro) para a gente conseguir nosso título e a vaga na Libertadores”, projetou o atacante.

GAZETA ESPORTIVA

Comentários

comentários