Zagueiro chileno será investigado por provocação a Cavani

A Conmebol vai investigar as ações do zagueiro chileno Jara, que nesta quarta-feira (25) foi flagrado apalpando o atacante uruguaio Cavani, que se irritou e deu um tapa no rosto do adversário.

Dedada de Jara em Cavani causou a ira do jogador, que em seguida se exaltou e acertou o rosto do defensor
Dedada de Jara em Cavani causou a ira do jogador, que em seguida se exaltou e acertou o rosto do defensor

Alberto Lozada, membro do painel disciplinar da Conmebol, disse nesta quinta (25) que a entidade vai abrir uma investigação sobre a conduta de Jara.

Cavani foi expulso após receber dois cartões amarelos do árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci. Ele recebeu o primeiro cartão após dar uma peitada no bandeirinha no primeiro tempo.

Foi a primeira expulsão do jogador pela seleção uruguaia. Ele tem vivido um drama pessoal nos últimos dias. O pai de Cavani causou um acidente de trânsito que levou um jovem de 19 anos à morte no Uruguai.

Com a vitória por 1 a 0, o Chile terá Peru ou Bolívia como adversário na semifinal da Copa América. Do outro lado da chave, Argentina, Colômbia, Brasil e Paraguai disputam uma vaga na decisão.

Folha.com

Comentários

comentários