Wilson do Prado diz que "3 professores da rede municipal ganham 'apenas' piso nacional

Wilson do Prado - Secretário de Administração CGEm entrevista por telefone ao programa Tribuna Livre, da Capital FM, o secretário municipal de administração Wilson do Prado – que responde interinamente pela também pela Secretaria de Educação -, afirmou que “apenas 3 professores da capital recebem o piso nacional dos professores, os demais cinco mil recebem acima do piso nacional da categoria”, argumentou.

Para o secretário, “a postura irredutível dos professores da Rede Municipal de Ensino, de não voltar às aulas enquanto os 13% por cento (de enquadramento do piso nacional dos professores), aprovados pela Câmara de Vereadores neste ano não for pago, dificulta um acordo”.

Dificuldades econômicas – A crise vivida pelo país, alegada pela prefeitura de Campo Grande para justificar o não-pagamento do enquadramento de 13% aprovado pela Câmara Municipal, vem se agravando com a consequente queda da arrecadação de impostos em nível federal, estadual e municipal. A prefeitura argumenta que o aumento foi aprovado pela Casa e ratificado pelo prefeito em um contexto de arrecadação em alta, antes da crise nacional que atingiu em cheio os orçamentos das prefeituras”.

Contexto econômico – Na tarde desta quinta-feira (12), o governo de Mato Grosso do Sul divulgou que a arrecadação do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), a principal fonte de arrecadação dos estados, sofreu uma redução de R$500 milhões de reais. A queda na arrecadação do ICMS que afeta o Estado repercute diretamente no volume de recursos repassados às prefeituras através do Fundo de Participação dos Municípios. E afeta também às prefeituras, à medida em que a arrecadação nos municípios também segue em curva descendente, com a redução do consumo.

Silvio Ferreira

Comentários

comentários