Visando Tóquio 2020, CBG anuncia nove ginastas para compor a Seleção

Lúc io Borges

A Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) anunciou nesta segunda-feira (4), nove ginastas que irão compor a Seleção Brasileira da modalidade para o ciclo dos Jogos Olímpicos de 2020, que serão realizados em Tóquio.

A CBG baseou as escolhas em desempenho em competições, avaliações médicas, físicas e técnicas. Até o momento, nove ginastas foram selecionados, sendo quatro no masculino e cinco no feminino, mas o número deve aumentar, já que a meta da Confederação é ter 12 em cada naipe.

Zanetti já conquistou duas medalhas olímpicas para o Brasil (Ricardo Bufolin/CBG)

Entre os homens, Arthur Zanetti, Arthur Nory, Caio Souza e Francisco Barreto foram selecionados. Já no feminino, as escolhidas foram Daniele Hypolito, Flavia Saraiva, Receba Andrade, Thaís Fidelis e Fabiane Brito. O coordenador de ginástica da CBG, Marcos Goto, destacou que a equipe ainda não está fechada.

“Esses são os atletas que farão parte da Seleção neste momento, mas o processo seletivo ainda terá continuidade, inclusive este ano, durante o Campeonato Brasileiro de Especialistas em outubro. Todas as competições oficiais da CBG serão avaliativas”, declarou Goto.

Nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, a ginástica brasileira fez história e conquistou três medalhas. No solo, Diego Hypolito foi prata e Arthur Nory ficou com o bronze, enquanto Arthur Zanetti foi prata nas argolas. Em Londres 2012, Zanetti foi campeão olímpico nas argolas

Comentários

comentários