VÍDEO: Policial militar é afastado após matar a tiros cachorro de vizinha na Bahia

O tenente da Polícia Militar da Bahia Wilson Santos, 40, foi afastado do cargo nesta segunda-feira (16) após ter matado a tiros um cachorro de uma vizinha em Teixeira de Freitas, extremo sul da Bahia.

15matacao

O crime ocorreu na manhã de sábado (13) e foi registrado por câmaras de segurança do condomínio em que o policial e a vizinha vivem.

No vídeo, a advogada Bruna Holtz, 26, está passeando na calçada do condomínio com seus dois cachorros, quando é surpreendida pelo policial que chega com arma em punho.

O PM, que estava de folga, dispara pelo menos seis tiros contra os cães, que haviam passado há pouco em frente ao gramado em frente à casa dele.

Assustada, a advogada consegue pegar um dos cães da raça golden retriever, atingido por tiros de raspão, e correr para a área interna de uma das casas.

outro cão, da raça bulldog francês, correu na direção contrária. Acabou sendo atingido por três tiros disparados pelo policial.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil da Bahia.

AMEAÇA

Em depoimento postado numa rede social, Bruna Holtz afirma que ainda não compreendeu o que aconteceu.

“Não consigo entender que isso seja um comportamento de uma pessoa normal. Procuro razões, procuro respostas, mas não encontro”, afirmou.

A advogada conta que, no dia anterior, os cachorros passearam com ela nas proximidades do gramado da casa do policial.

Pouco tempo depois, o vizinho mandou uma carta por debaixo da porta em tom ameaçador, afirmando que “não ia responder pelos atos” caso os cães novamente “invadissem” e “cavassem” o seu jardim -a dona nega.

O policial suspeito de matar os cães já respondia processo disciplinar na PM.

Em nota, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou que assistiu ao vídeo com indignação e que a atitude do policial “é inadmissível e não condiz com o comportamento esperado de um integrante da nossa polícia”.

Folha.com

Comentários

comentários