Vídeo: Mulher mata o pai e depois bebe o sangue: ‘Era docinho’

Rosângela dos Santos Aguiar confessou em vídeo o crime e disse que havia sido estuprada pela vítima

Paraíba – Uma jovem de 22 anos foi presa acusada de matar o próprio pai na cidade de Casserengue, na Paraíba. Em vídeo publicado na internet, Rosângela dos Santos Aguiar confessou o crime e contou que, após matar o pai, bebeu o sangue da vítima, o agricultor Geraldo Rivaldo de Aguiar, de 45 anos. “Beberia de novo, era docinho”, disse ela na filmagem. O crime foi na última quarta-feira e Rosângela acabou sendo presa no dia seguinte.

Foto Reprodução
Foto Reprodução

No vídeo gravado na delegacia, a jovem revelou ainda que, antes de cometer o crime, chegou a conversar com a mãe, dizendo que a amava, mas não a veria mais. Rosângela também afirmou que matou o pai a tiros e facadas. “Fui pra cima dele, atirei e meti o punhal na garganta dele”, detalhou.

Segundo informações divulgadas pela Polícia Militar, o motivo do assassinato envolveria dinheiro com a venda de um boi. Porém, de acordo com a própria acusada, o crime foi motivado por vingança. “Eu o matei porque ele me estuprou. Não me arrependo em nenhum momento”, afirmou Rosângela.

Perguntada se havia mesmo bebido o sangue da vítima, Rosângela confirmou e ainda ironizou o fato. “Não me arrependo em nenhum momento, mataria ele mais uma vez e beberia o sangue dele de novo. Beberia não, eu bebo, basta ter. Era docinho”, finaliza.

Dois jovens e uma menor de 15 também foram presos acusados de envolvimento no crime. Com eles foram apreendidos dois revólveres, duas facas, 112 pedras de crack e maconha.

O DIA

Comentários

comentários