Vídeo mostra momento em que mulher é atropelada em condomínio da Barra

Maria das Graças Arruda de Oliveira morreu na manhã de segunda-feira ao ser atingida por um carro em alta velocidade

Rio – Imagens de uma câmera de segurança do Condomínio Pedra de Itaúna, na Barra da Tijuca, Zona Oeste, mostram o momento em que a empregada doméstica Maria das Graças Arruda de Oliveira, de 53 anos, foi atropelada e morta, na manhã de segunda-feira, por um Honda Fit vermelho dirigido por Alexsander Dias da Costa.

A Rua Lagoa das Garças, onde houve o atropelamento, é de mão dupla e tem vários quebra-molas. Símbolos pintados no asfalto alertam para a presença de pedestres na pista.

No momento do atropelamento, o carro dirigido por Alexsander ultrapassava um veículo e seguia pela contramão. O impacto foi tão forte que o corpo de Maria das Graças derrubou a haste que sustentava duas placas – uma indicava a mão dupla da via; a outra, a velocidade máxima no local, 30 km/h.

Um funcionário do condomínio contou que o atropelador vinha em alta velocidade e tentou fugir, mas foi impedido por um morador – fotos obtidas pelo Informe mostram os danos na lataria causados pelo impacto com o corpo da vítima. Não há, no asfalto, marcas de pneus que indiquem uma eventual tentativa do motorista de frear o veículo. Maria das Graças caminhava em direção ao trabalho.

O DIA

Comentários

comentários