Vídeo mostra militantes do EI torturando menino de 14 anos

Um vídeo divulgado pela BBC nesta segunda-feira mostra supostos militantes do grupo extremista Estado Islâmico (EI, ex-Isis) torturando um menino sírio de 14 anos.

Foto Divulgação
Foto Divulgação

De acordo com a imprensa, as imagens foram gravadas por um desertor do EI e exibem momentos em que o garoto é espancado, eletrocutado e pendurado pelos punhos. O adolescente aparece de olhos vendados, junto com homens mascarados vestidos de preto.

Há meses as Nações Unidas e ONGS de direitos humanos acusam o Estado Islâmico de perseguir, sequestrar, torturar e recrutar crianças em territórios ocupados pelo grupo na Síria e no Iraque. O EI também teria o costume de apreender jovens para serem usadas como escravas sexuais.

“Eu pensei que ia morrer e deixar meus pais, meus irmãos, meus amigos, parentes, tudo para trás”, disse o menino, de acordo com a BBC. O jovem conseguiu escapar e estaria refugiado na Turquia.

Ele vivia e trabalhava na cidade síria de Raqqa, controlada pelo EI, quando foi capturado e sentenciado à morte por conspiração contra o grupo. Seu executor, porém, teria sentido pena e libertado o adolescente. Em entrevista à imprensa britânica, o desertor também demonstrou arrependimento e pediu perdão às pessoas que “machucou”.

BAND

Comentários

comentários