Vídeo mostra crueldade a cachorro e polícia caça motorista

Foto Reprodução Youtube
Foto Reprodução Youtube

Vídeo mostra um cachorro sendo arrastado com uma corda amarrada em um Celta branco no bairro Los Angeles, em Campo Grande. Nas imagens não é possível afirmar se o animal estava vivo ou morto.

O flagrante foi feito por um morador do bairro na tarde de ontem e chegou até os policiais ambientais na manhã de hoje, que verificou as imagens e explicou que o primeiro passo é penal e será de identificar o dono do veículo por meio da placa e localizar o animal para a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e Atendimento ao Turista (Decat).

Quem grava as imagens se revolta com a situação, mas nada pode fazer. Segundo o sargento Moura da PMA, o motorista que gravou as imagens disse à polícia que tentou impedir a ação cruel, mas o agressor não deu ouvidos e continuou a arrastar o animal.

Na questão administrativa, caberá ao condutor provar que não cometeu a infração. A PMA emitirá um auto de infração por maus-tratos, com multa prevista de R$ 500 a R$ 3 mil, além da apuração de onde o animal foi descartado, caracterizando como crime de poluição, quando um resíduo é deixado em local inadequado, com pena de um a cinco anos e multa de R$ 5 mil.

Ainda de acordo com a PMA se o cachorro estiver morto, não caracteriza crime. “O maus-tratos é para animal vivo, mas a cultura do cidadão é de gostar dos animais, e a lei prevê pena de três meses a um ano de detenção, além de multa julgada por órgão ambiental”, explicou o policial.

Comentários

comentários