Vídeo: Família Garotinho faz escarcéu e tumulto na saída de hospital

No momento da transferência do ex-governador Antony Garotinho do hospital para o complexo prisional de Gericinó, em Bangu, no Rio de Janeiro, a família Garotinho provocou um grande tumulto, tentando impedir o cumprimento da ordem judicial.

Garotinho esperneava e berrava.

‘Vocês estão de sacanagem. Querem me matar, porra!’, gritou o ex-governador, acrescentando que foi o responsável pela prisão de grandes traficantes que estão em Bangu.

A deputada federal Clarissa Garotinho, em prantos, gritava ‘meu pai não é bandido’.

A ex-governadora Rosinha, esposa de Garotinho, também protestou, gritando:

‘Meu marido não é ladrão. Deixa eu ir com ele. Eu quero ir com ele’.

Um espetáculo deprimente.

De qualquer forma, funcionários do hospital comemoraram a saída do ex-governador para a cadeia.

Comentários

comentários